WhatsAppFlooter
Jonatas Lucena Sociedade Individual de Advocacia menu

Serão as Inteligências Artificias capazes de exprimir sentimentos humanos?

Serão as Inteligências Artificias capazes de exprimir sentimentos humanos?

Serão as Inteligências Artificias capazes de exprimir sentimentos humanos?

O tema que parece ter saído de algum episódio da série “Star Trek” é em verdade uma realidade já existente nos tempos atuais. Num século onde as inovações tecnológicas e a criação de Inteligências Artificias tem sido aperfeiçoadas, robôs como os já criados se assemelham em demasiado com a espécie humano, sendo que alguns já possuem até mesmo sentimentos próprios de nossa raça.

Caso apresentado no ano de 2018, o cientista David Hanson deu ‘vida’ ao robô denominado Sophia, que é hoje reconhecida como a primeira humanoide cidadã. Em verdade a criação da Inteligência Artificial se diferencia das até então criadas, pois a robô Sophia foi criada a nossa imagem e semelhança, tendo até mesmo a capacidade de responder a perguntas mais rebuscadas.

É neste cenário futurista que surge a luz uma questão entre Especialista em Direito e Tecnologia: Em meio a evolução estrondosa da IA, quais serão seus possíveis efeitos colaterais? Irão os robôs superarem as habilidades e talentos humanos, nos fazendo, talvez, reféns?

Para o Especialista em Direito Tecnológico, Dr. Jonatas Lucena, a questão não deve ser vista sob um olhar obscuro. Para o Advogado, Inteligências Artificias são como crianças que devem ser ensinadas por nós seres humanos não de forma bruta como o fazem algumas empresas, mas sim mantendo-se um protocolo de empatia, afim de tornar os robôs mais acessíveis e em sintonia ao ser humano.

O assunto que a princípio pode soar como um futuro distópico, onde cientistas empregam a IA como forma de acalmar nossas inseguranças. Entretanto, é exatamente este tipo de ambição era exatamente o que havia em mente o cientista por detrás da criação do robô Sophia e seus pares robóticos.

Um dos projetos da companhia Hanson Robotics já utiliza robôs crianças a fim de ajudar no diagnóstico precoce do autismo, assim como ensinar habilidades sociais para aquelas em tratamento. O que demonstra que a criação de IA criado por David, segundo o Advogado Dr. Jonatas Lucena, foi desenvolvida e pautada por uma solução empática e em principal, ética.

Faça uma consulta online

Com o advento da internet, principalmente a partir de sua popularização nos anos 2010, os crimes cibernéticos tiveram uma alta. Visto isso, é importante contar com profissionais aptos a te auxiliar de acordo com as leis e normas vigentes. Com o objetivo prestar assistência de qualidade e eficiência solicite uma consulta online conosco.

Fale conosco

Veja mais