Lucena e Milani Sociedade de Advogados

Menu

Tudo o que você precisa saber sobre o E-Título

Nova plataforma pretende aliar simplicidade e sustentabilidade

2018: ano das eleições polarizadas e com grande influência da internet nas campanhas. Para além das disputas acirradas, a internet também está contribuindo para estabelecer novas maneiras de exercermos o voto. O e-título é o título eleitoral digital, que possibilita reunir em apenas um aplicativo toda a documentação necessária para o eleitor.

Disponível em dispositivos móveis, como celulares e tablets, o e-título foi desenvolvido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TER-AC), aderido pelo TSE, e já vale para as eleições de 2018. Além de servir como título de eleitor digital, o aplicativo também disponibiliza algumas informações extras, como endereço do local de votação, certidão de quitação eleitoral e a de crimes eleitorais.

O app também permite consultar postos de justificativa do voto. O que é um recurso útil para quem não conseguirá comparecer ao local de votação no dia da eleição e precisará justificar o voto. Com isso, penalidades como multa e cancelamento do título poderão ser evitadas.

Como funciona

Primeiro é preciso instalar o aplicativo, que está disponível para os sistemas Android e iPhone (iOS). Abrindo a tela inicial, é preciso informar nome completo, data de nascimento, número de inscrição do título de eleitor, nome da mãe e nome do pai. Pronto. Suas informações aparecerão e você terá acesso as informações que comentamos acima.

Com aplicativo instalado e informações preenchidas, o e-título também vai mostrar se você já realizou o cadastramento da biometria. Se sim, no dia da eleição basta apresentar o celular com o e-título ativado, sem a necessidade de levar documento com foto, pois todos os dados estarão disponíveis no app.

É obrigatório?

Apresentar o e-título na hora da votação não é obrigatório. O aplicativo está sendo utilizado em todo o território nacional, mas o uso do título da maneira convencional ainda é permitido, assim como nos anos anteriores.

Sua utilidade está na disponibilização de informações extras, na prática sustentável (já que diminui o volume de impressão de títulos e segundas-vias), além de ser um meio mais seguro, pois diminui chances de riscos de danos ou extravios ao documento