Lucena e Milani Sociedade de Advogados

Menu

Qual o smartphone mais seguro atualmente?

Pense na seguinte situação: você compra um smartphone que acabou de ser lançado. Na sua cabeça, por ele ser uma novidade, automaticamente ele é a melhor opção no quesito segurança. Contudo, semanas após a compra, o seu celular é invadido e diversas informações sigilosas são divulgadas.

Essa é uma situação muito comum e é, de fato, um tormento na vida de diversas pessoas. Não é porque estamos comprando um smartphone novidade no mercado, que ele oferece o melhor em segurança digital.

Android ou iOS?

Desde 2007, quando o primeiro iPhone foi criado pela Apple e o sistema Android foi divulgado pela Google, o mercado segue em constante revolução e competição.

No Brasil, podemos dizer que os dispositivos mais utilizados possuem o Android integrado. Isso acontece pela maior competitividade existente, já que diversas fabricantes utilizam o sistema operacional, enquanto o iOS é uma exclusividade dos produtos da Apple.

Entretanto, não há dúvidas quando o quesito é a segurança: o iOs é, sim, mais seguro que o Android.

Isso acontece porque existe uma quantidade muito maior de malwares destinados aos dispositivos que possuem o sistema Android instalado. Desse modo, esses smartphones podem ser invadidos com maior frequência, o que prejudica o usuário. Além disso, as atualizações de segurança para o Android não são tão frequentes assim.

É claro que os iPhones não estão completamente protegidos dos ataques hackers – podemos, inclusive, lembrar diversos casos de famoso que tiveram informações vazadas, mesmo utilizando o iOS -, porém a frequência é bem menor, exatamente porque os criminosos encontram mais barreiras de segurança e preferem optar pelo caminho mais fácil.

Outro ponto que conta a favor da Apple é que supostamente a política de utilização de dados em um iPhone é bem mais rígida do que nos smartphones que possuem o Android. Enquanto a Apple possui o que chamamos de Privacidade Diferencial, a Google deixa claro a sua preferência por “sugar” o máximo de informações para “poder criar serviços mais pessoais”, como a própria empresa gosta de repetir.

Segurança comprovada

Além das informações que foram citadas acima, recentemente uma empresa de segurança chamada SecurityLab usou sua conta no Twitter para revelar uma tabela que examina e mostra resultado de quatro fatores importantes:

  • O máximo de tempo que levou a ser disponibilizada uma atualização depois de ter sido descoberta uma vulnerabilidade;
  • O tempo máximo que o update levou para ser disponibilizado para todos;
  • Se o update poderia ser instalado, independentemente da operadora de telecomunicações escolhida;
  • Qual a quantidade de tempo que o dispositivo leva para receber atualizações de segurança.

A apple recebeu verde em todas as categorias, provando ser uma empresa que leva menos tempo para disponibilizar uma atualização de segurança (apenas dias). Todos os updates estão disponíveis em todo mundo num espaço de 24 horas e as atualizações podem ser instaladas independente das operadoras de telecomunicação.

Além disso a Apple oferece suporte e atualizações de segurança para todos os seus dispositivos durante cinco anos, com exceção do 5C.

O Android ficou para trás. Liderando o mercado, a Samsung ficou no meio da tabela recebendo em todas as categorias cores laranjas ou vermelhas. A Samsung só oferece atualizações de segurança durante o período de 2.5 a 1 ano.

Conclusão

O smartphone que você escolher tem muito a ver com a sua personalidade. Muitas pessoas não gostam do sistema do iOS em geral e preferem o Android. Outras optam por comprar um aparelho Android por não poder bancar o preço de um iPhone.

Embora o iOS seja de fato mais seguro, ter um Android não significa que você vai ter o seu celular invadido a qualquer momento. Portanto, não é preciso ficar paranoico – mas ter atenção aos seus dispositivos ainda é muito importante.