Lucena e Milani Sociedade de Advogados

Menu

Novo trojan bancário visa atingir a América Latina: Em principal o Brasil e o México

Novo trojan bancário visa atingir a América Latina: Em principal o Brasil e o México

Pesquisadores da ESET, empresa líder em detecção proativa de ameaças cibernéticas, identificaram nos últimos dias uma nova família de Trojans bancários que visa atingir especificamente a América Latina e, em principal, países como o Brasil e o México, afinal, esta nova família de malwares foram desenvolvidas em língua espanhola ou portuguesa.

Diferente da atuação de muitos continentes, hackers da América Latina desenvolvem os trojans bancários utilizando-se da engenharia social para alcançar seus objetivos. Desta forma, os cibercriminosos detectam continuamente janelas ativas no computador da vítima e, caso encontrem alguma relacionada a um banco, iniciam o ataque.

Desta maneira, uma falsa janela pop-up é usada para roubar dados financeiros e pessoas do usuário assim que ele acesso ou utiliza um aplicativo de banco ou adentra um site de caráter bancário e financeiro. Por fim, todas as informações confidencias são enviadas ao hacker, que, em geral, as utiliza da maneira que julgar mais benéfica.

Caracteriza pelo uso de um esquema de criptografia personalizado, uma vez o malware instalado, ele recebe comandos do cibercriminoso para expandir seus recursos maliciosos. Explicado pelo Especialista em Direito Digital Dr. Jonatas Lucena, podemos listar estes recursos em:

  • Captura de fotos ou vídeos da vítima por meio da webcam.
  • Registro do texto inserido pelo teclado.
  • Download e execução de programas.
  • Restrição de acesso a vários sites bancários.
  • Fazer atualizações automáticas.

Ademais, o malware usa uma técnica sofisticada de ataque que consiste na detecção do uso de um app relacionado a um banco, onde pode ser realizado uma captura de tela na área de trabalho. Em seguida, é exibido a vítima uma janela pop-up falsa que impede que a vítima interaja com outra coisa que não seja a janela.