Jonatas Lucena Sociedade Individual de Advocacia

Menu

Na era da informação, divulgação e compartilhamento de fake news têm crescido no Brasil

Na era da informação, divulgação e compartilhamento de fake news têm crescido no Brasil.

O advento da Internet, no final do século XX, e a sua popularização provocou inúmeras mudanças benéficas para a sociedade, como o maior acesso aos conteúdos informacionais. Entretanto, junto a isto eclodiu alguns problemas, como é o caso das fake news, que apesar de não terem surgido há pouco tempo, tem se mostrado mais presentes devido a abrangência e popularidade do meio no qual são divulgadas.

Sob este prisma, Especialistas em Direito Digital, afirmam ser indispensável uma discussão que abarque fatores corroborantes a esta situação, a fim de que seja possível compreender as consequências deste problema, bem como buscar por fim a ele.

Faz-se necessário em primeiro momento refletir sobre os impactos oriundos desta nova prática social. De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade de Oxford em 2017, redes sociais – em principal o Facebook – são uma fonte imensa de informações para os brasileiros, o que somente agrava a situação, haja vista a falta de fiscalização das redes sobre as noticias publicadas e compartilhadas pelos usuários.

O quadro se agrava ainda mais devido a difícil localização do pioneiro mediante a rapidez com a qual estas fake news se propagam. Para o Advogado Dr. Jonatas Lucena, Especialista em Crimes na internet, esta problemática força uma sociedade alienada que se torna manipulável e suscetível a promessas utópicas que podem causar dano á saúde mental e física dos indivíduos.

Do mesmo modo, nota-se aqui a importância de frisar a influência dos entraves morais e éticos, onde as relações sociais na era digital ocasionam por vezes, perda de valores, como o respeito ao próximo e empatia. Percebe-se, portanto, uma raiz perversa do problema, onde os desvios éticos visam obter lucros e vantagens – sobretudo no segmento político – onde a consequência pela divulgação de noticias falsas, são amparadas de um modo geral pela impunidade.

“É preciso contornar esta realidade. Portanto, concernem as redes sociais o desenvolvimento de algoritmos capazes de detectar a veracidade da informação antes que esta seja publicada. Sob aspecto jurídico a lei que pune fake news tem de ser mais bem olhada sob o prisma de cumprimento da mesma” afirma o Advogado Dr. Jonatas Lucena que há anos trabalha com a resolução de casos de Crimes Virtuais.