Jonatas Lucena Sociedade Individual de Advocacia

Menu

Mito popular: Celulares não gravam conversas para exibir anúncios - até onde sabemos!

Mito popular: Celulares não gravam conversas para exibir anúncios – até onde sabemos!

Imagine a seguinte situação: Você esta almoçando num restaurante com seus amigos e comenta sobre um produto ou serviço em voz alta com as pessoas ao seu redor. Em alguns instantes, você vê um anúncio sobre aquele mesmo serviço na Internet. Esta história similar vivenciada por muitos, nos leva a questionarmos se nossos celulares estão sendo usados para ouvir o que falamos com o objetivo de introduzir anúncios.

Esta crença que vem se tornando bastante popular, mostra que quase 50% população acredita que seu smartphone esta sendo usado para gravação não-autorizada de conversas, segundo uma pesquisa da Consumer Resports – organização que defende o consumidor.

Entretanto, segundo Especialista em Direito e Tecnologia, não há nenhum estudo que comprove a veracidade desta crença. De fato, diversas pesquisas e estudos, já foram realizados com o intuito de comprovar que estamos sendo monitorados, porém, nenhum deles foi capaz de encontrar um único caso no qual o microfone tenha sido ativado indevidamente.

Portanto, para o Advogado Especialista em Direito Digital Dr. Jonatas Lucena, tudo indica que todo este cenário não passa de uma teoria de conspiração. Para o Especialista em Tecnologia, a coleta massiva de dados de voz e o processamento destas informações requerem uma evolução enorme no poder de computação de tais plataformas, o que torna a operação menos possível.

Entretanto, o que para alguns pode parecer uma simples coincidência tem, em realidade, uma explicação lógica. É preciso compreender que estamos sujeitos a outros métodos de monitoramento online e que estes métodos são efetivos para entender nossas preferências.

Plataforma como o Facebook e Google, por exemplo, monitoram basicamente toda nossa atividade na Internet graças a ferramentas incorporadas aos sites e apps que utilizam diariamente. Além disso, o Advogado Dr. Jonatas Lucena, afirma que a sua localização pode ser facilmente deduzida pelos aplicativos devido a informações de GPS.

“Sabendo onde você esta, os locais que você frequenta e o tipo de coisa que desperta seu interesse, fica mais fácil direcionar anúncios de forma precisa e personalizada com o seu perfil e gosto” afirma o Especialista em Direito e Tecnologia.