Telefone MapaComo Chegar Menu

Lucena e Milani Sociedade de Advogados

Lucena e Milani

Sociedade de Advogados

Escritório Especializado em Direito Digital e Empresarial

Investigação na internet - os riscos das redes

Não são só os crimes cibernéticos que tem apresentado riscos aos usuários de internet, existem outros perigos escondidos pela imensa rede e que podem te prejudicar. Fique atento a cada um deles e saiba como se proteger:

Engenharia social: esse termo designa um conjunto de habilidades utilizadas com o intuito de conseguir que a vitima potencial forneça seus dados pessoais, realize uma tarefa ou execute um determinado programa. Como isso? Se abusando da ingenuidade do alvo ou ganhando sua confiança. Os criminosos utilizam símbolos de instituições confiáveis como órgãos públicos ou grandes empresas para obter informações e invadir computadores.

Vírus de boot: um dos primeiros a ser desenvolvido é um programa que causa danos nos computadores. Se aloja na parte de inicialização, causando transtornos ao usuário no momento da partida do aparelho.

Vírus time bomb: prejudica o funcionamento dos computadores em ocasiões específicas, é muito utilizado em datas comemorativas como sexta-feira 13, 1º de abril, entre outros.

Vírus worm: se multiplica automaticamente e consome recursos do equipamento onde está instalado. Afeta o funcionamento de redes e ocupa espaço no disco dos computadores.

Botnets: hospedam programas maliciosos com acesso remoto pelos criminosos que realizam diferentes atividades no computador do usuário. Em geral, essa ‘hospedagem’ não pode ser detectada pela vítima. Ataques cibernéticos como os realizados pelo grupo Anonymous utilizando-se de botnets.

Deface: esse ataque tem como finalidade desconfigurar a página de internet. Os criminosos maculam e desconfiguram o design da página algo.

Vírus cavalo de tróia: relacionado a mitologia, este arquivo se insere na máquina permitindo o acesso remoto do computador para retirada senhas ou um modo de destruir as informações contidas na máquina.

Keylogger: é um software que tem a capacidade de registrar o que é digitado pelo usuário e assim, o criminoso consegue acesso as informações da vítima.

Hijacker: programa que controla o navegador de internet, abrindo páginas sem o pedido do usuário ou diferentes das que foram digitadas. Pode abrir também automaticamente pop-ups, que em sua maioria são armadilhas para os usuários.

Sniffers: programas que tem por finalidade monitorar os dados transmitidos em uma rede, assim as informações que trafegam na rede podem ser capturadas e analisadas para diversos fins criminosos. É visto como uma forma de espionagem.

Backdoor ou porta dos fundos: programa que permite ataques e invasões no computador.

Pishing scam: técnica para obter dados a respeito do usuário do computador como contas bancárias, senhas e demais conteúdos relevantes.

Para se proteger de todas essas ameaças é sempre importante ativar programas antivírus que fazem periodicamente varreduras nos computadores atrás de aplicativos suspeitos. Tomar cuidado onde clicar também é uma boa opção. Mas, se por eventualidade você for prejudicado por essas ou demais ameaças, recorra a seus direitos e procure pessoas especializadas em investigação na internet e que podem te ajudar judicialmente.

Entre em contato com o escritório Lucena e Milani, especialistas em direito digital.

Compartilhe nas Redes Sociais:

Facebook Twitter Google

OAB/SP 14.339