Jonatas Lucena Sociedade Individual de Advocacia

Menu

Internet das Coisas (IoT) - Exemplos de aplicações da tecnologia em 2019

Internet das Coisas (IoT) – Exemplos de aplicações da tecnologia em 2019.

Engana-se quem pensa que a Internet das Coisas ainda não é utilizada nos tempos atuais. Afinal, em realidade, esta nova tecnologia já se faz muito presente em nosso dia a dia, sendo usada em diferentes áreas com impactos que variam de caso a caso.

Em suma, já é possível ver aplicações práticas da Internet da Coisas, por exemplo, na organização do trânsito, na agilização de tratamentos médicos e até mesmo na preservação do meio ambiente, porém, sempre de forma condicionada a capacidade humana de análise de dados que estes dispositivos inteligentes geram.

Segundo o Especialista em Direito Digital, o Advogado Dr. Jonatas Lucena, até 2020 mais de 25 bilhões de objetos estarão conectados à Internet – um crescimento exponente que pode ser comparado com os quase 5 bilhões do ano de 2015. Ainda de acordo com o especialista, a IoT tem se feito cada vez mais presente na vida das pessoas e podemos esperar resultados ainda mais positivos para os próximos anos.

Neste artigo, portanto, trazemos aos nossos leitores uma lista das seis áreas nas quais a Internet das Coisas já tem mostrado sua faceta utilitária e positiva. Confira:

  1. Cidades inteligentes.

Com um crescimento urbano cada vez maior, se fez necessário cuidar para que as cidades sejam locais mais sustentáveis e bem organizados e que sejam capazes de suportar as diversas mudanças climáticas e a vinda de milhões de habitantes.

Ajudando a cumprir estes objetivos, podemos citar o uso da IoT, por exemplo, na Espanha onde o uso de água para irrigação já é controlado digitalmente, de forma a evitar o desperdício. O mesmo ocorre com o sistema de iluminação pública do país, que tem postes dotados de sensores de presença conectado em Wi-Fi.

  1. Agricultura.

Campos agrícolas também se beneficiam da IoT. Na Califórnia, por exemplo, drones fazem imagens áreas e sensores de qualidade do solo ajudam os produtores a identificar melhores locais para plantio de novas safras.

Ademias, cabe dizes que estes recursos já se encontram em solo brasileiro, porém, em menor proporção.

  1. Menos desperdício de alimentos.

Enquanto uma boa porcentagem da população ainda sofre com a escassez de comida, mais de um terço da comida produzida anualmente é perdida ou estraga em algum momento. Por isso, a Internet das Coisas surge neste cenário de forma a amenizá-lo.

“Uma possibilidade amplamente utilizado mundo à fora é monitorar processos como irrigação, polinização e a fertilização de solas, fornecendo relatórios a fazendeiros”, comentou o Advogado Dr. Jonatas Lucena, que há muitos anos vem estudando a IoT.

  1. Conexão paciente e médico.

Por fim, cabe dizer que esta tecnologia tem sido amplamente utilizada na medicina. Em diversos países, já são usados dispositivos vestíveis que medem batimentos cardíacos, pulso e pressão sanguínea de pacientes, deixando seus médicos informados a todo o tempo, mesmo estes estando em casa.