Lucena e Milani Sociedade de Advogados

Menu

Inteligências artificias na rotina jurídica: Conheça as tendências mais usadas pelos profissionais

Inteligências artificias na rotina jurídica: Conheça as tendências mais usadas pelos profissionais.

O ambiente digital permeia a vida em sociedade, afetando diretamente diversas áreas de trabalho. Desta forma, a tecnologia já se inseriu no mercado jurídico trazendo inúmeros benefícios que vão além de otimização e aceleração de processos. Trazendo muitas soluções ao campo do Direito, estas tecnologias passaram a integras a rotina no serviço público e nas iniciativas privadas em principal.

Com diversas necessidades e tarefas a serão realizadas, departamentos jurídicos e escritórios já aderiram a inúmeras soluções e usos da Inteligência Artificial. Entre as principais opções tecnológicas, o Advogado Dr. Jonatas Lucena, Especialista em Direito Digital, listou aquelas que mais são usadas.

Big Data

Protagonista da revolução no campo jurídico, o Big Data é capaz de mapear informações próprias ou de concorrentes possibilitando a análise de diversas informações estratégicas para clientes e empresas.

Smart Contracts.

Tecnologia auto executável, os contratos inteligentes possuem termos contratuais traduzidos em códigos. Funcionando da mesma forma que um contrato tradicional, esta tecnologia estabelece obrigações, benefícios e penalidades. Porém, ele processa as informações baseando-se em regras contidas no documento, tomando medidas necessárias sem que seja preciso a intervenção das partes.

Beneficiando-se enormemente desta tecnologia, profissionais do ramo jurídico tem a possibilidade de otimizar trabalhos burocráticos, podendo dedicar-se mais tempos a outros negócio e processos. Ademais, o Blockchain traz mais segurança a transações jurídicas, facilitando o compartilhamento de documentos de maneira rápida e criptografada.

Robôs de Automação.

Tecnologia baseada em IA, os robôs de automação são capazes de cadastras processos assim como capturá-los de forma automática. Além disso, esta tecnologia pode registrar seus andamentos no sistema de escritórios.

Machine Learning.

Usando algoritmos para coletar dados, determinar ou prever algo, estas máquinas de aprendizado se traduzem como um software de pesquisa. Sua aplicação é capaz de reunir, identificar e abstrair conceitos, argumentos e leis para serem posteriormente utilizadas.

Revisão Contratual.

Já existem no mercado jurídico, máquinas que são capazes de analisar documentos, enviando aos departamentos jurídicos relatórios detalhados, indicando, por exemplo, clausulas omissas ou que exigem revisão.

O Dr. Jonatas Lucena, Especialista em Direito Digital e Crimes de Internet, aponta que há entraves no setor jurídico que podem ser facilmente sanados com a ajuda dessas tecnologias, além de reduzir prazos e custos de operações.