Lucena e Milani Sociedade de Advogados

Menu

Especialista em Direito Digital alerta para a fragilidade dos arquivos de mídia do WhatsApp e Telegram

Especialista em Direito Digital alerta para a fragilidade dos arquivos de mídia do WhatsApp e Telegram

Embora seja verdade mundialmente conhecida que os apps de mensagens instantâneas Telegram e WhatsApp utilizam criptografia em mensagens em trânsito, estes apps podem nem sempre manter os arquivos que enviamos em segurança depois que eles chegam ao seu dispositivo informático como celular e notebook.

Especialista em Crimes Digitais, o Advogado Dr. Jonatas Lucena afirma que hackers podem se aproveitar de malwares e aplicativos maliciosos para sutilmente modificar os arquivos que enviamos pelas plataformas de mensagem.

Quando salvamos uma foto na galeria do celular Android por exemplo, podemos optar por salvá-la no armazenamento interno que somente é acessível pelo aplicativo ou no externo que oferece a possibilidade de ser amplamente acessado por diversos outros apps.

O WhatsApp armazena mídia no armazenamento externo, enquanto que o Telegram faz isso quando o recurso “Salvar na Galeria” do app está ativado. Portanto, é neste ponto que mora o problema, afinal, os apps maliciosos que atacam armazenamento externo pode facilmente acessar às mídias do WhatsApp e Telegram.

“Se um usuário fizer download de um aplicativo malicioso e receber uma foto no WhatsApp, um hacker pode facilmente manipulá-la sem que o destinatário saiba” explica o Advogado Especialista em Direito Digital e Crimes Cibernéticos, Dr. Jonatas Lucena.

O ataque chamado por pesquisadores de “Media File Jacking” já é um problema conhecido, pois resulta em questões de privacidade em equilíbrio a acessibilidade nas apps de mensagens no Android.

Entretanto, mudar o sistema de armazenamento dos apps de mensagens não se mostra um caminho ideal segundo especialistas. Afinal, uma alteração limitaria a capacidade do serviço de compartilhar arquivos de mídia. Ainda segundo um porta-voz do WhatsApp o aplicativo segue práticas recomendados pelos sistemas operacionais para armazenamento de mídia e espera em pouco tempo fornecer melhorias para o app Android.