Jonatas Lucena Sociedade Individual de Advocacia

Menu

Enem passará a ter prova por computador a partir do ano que vem e será 100% digital até 2026

Enem passará a ter prova por computador a partir do ano que vem e será 100% digital até 2026.

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) terá aplicação digital a partir de 2020. No primeiro ano da novidade, a aplicação ocorrerá em modelo-piloto, ou seja, os participantes poderão optar por escolher, no ato de inscrição, pela nova aplicação digital ou pela tradicional prova em papel.

No primeiro ano teste, o modelo digital será aplicado para 50 mil pessoas em mais de 15 capitais do país. Entretanto, cabe aqui ressaltar que o Enem Digital acontecerá de forma progressiva, como inicio no próximo ano e previsão de consolidação em 2026.

Para o Especialista em Direito e Tecnologia, Dr Jonatas Lucena, “O Enem Digital é o um futuro que se abre, depois de maisdde 100 anos de provas sendo realizadas no papel, a educação brasileira dá mais um passo em direção a nova era tecnológica”.

Com o advento desta nova versão, o governo federal anunciou que pretende realizar o exame em várias datas ao longo do ano, por meio de agendamento. A aplicação da prova, entretanto, permanecerá em dois domingos – 11 e 18 de outubro de 2020 – sendo os resultados divulgados de forma conjunta.

Em 2020, portanto, o Enem terá três formas de aplicação: a digital, a regular e a reaplicação. Sobre este última caso o Especialista em Direito Digital explica que é voltado para candidatos prejudicados por algum problema logistico ou de infraestrutura durante a realização da prova digital.

Do ponto de vista sustentável, esta nova forma de aplicação do Enem não somente economizaria com a impressão, mas também seria um grande ganho para o meio ambiente. Somente em 2019, mais de 10 milhões de provas foram impressas com um custo que superou os R$500 milhões.

Já sob o prisma técnico, o Advogado Dr. Jonatas Lucena, afirma que o Enem Digital permitirá a utilização de novos tipos de questões, com videos, infográficos e até com a lógica de games. “Também será possivel aproximar mais brasileiros do exame, já que o alcance de aplicação do Enem será expandido em mais municípios” conclui o Especialista em Direito e Tecnologia.