Jonatas Lucena Sociedade Individual de Advocacia

Menu

Drone consegue enganar IA de carro e levanta debates acerca da sua segurança de uso

O Advogado Dr. Jonatas Lucena, Especialista em Crimes Cibernéticos e Direito Digital, desde sempre alertou para os perigos que os famosos drones podem causar não somente a privacidade, mas também a segurança da sociedade.

Em recente pesquisa realizada pela Universidade Ben Gurion (BGU), em Israel, foi demonstrado e comprovado que um simples e pequeno drone equipado com projetor pode ser facilmente usado para enganar inteligências artificias de carros sem que nem mesmo o motorista dentro do veículo consiga perceber.

A descoberta feita por uma equipe dedicada à pesquisas na área de segurança digital, análise de Big Data e IA aplicada mostraram que apesar do Sistema Avançado de Auxílio ao Motorista não ser completamente autônomo, uma vez que é considerado “Nível 0”, ou seja, somente auxilia a motorista com informações sobre a via, pode sim possuir alguns aspectos que põe em cheque a segurança.

Segundo o Especialista em Direito Digital, Dr. Jonatas Lucena, alguns drones são capazes de projetar sinais de trânsito que são interpretados pelos carros como sendo reais, mesmo que o tamanho ou cor estivessem alterados e errados. Em um exemplo, o drone conseguiu projetos um sinal informando que o limite de velocidade era de 90 km/h em uma via de 30 km/h.

Ainda de acordo com pesquisar, a pior parte consiste no fato de que o sinal não precisa ser projetado por muito tempo. Segundo o Especialista em Direito Digital, bastam apenas alguns milissegundos para que ele seja reconhecido pelo ADAS (Sistema Avançado de Assistência ao Motorista).

Entretanto, embora o potencial para causar danos com um ADAS Nível 0 seja quase nulo, afinal o mesmo não tem controle sobre o carro, Especialista em Segurança Digital acreditam que o mesmo ataque pode ser utilizado contra sistemas mais avançados que são capazes de controlar aceleração e direção, resultado em um potencial dano muito maior.