Jonatas Lucena Sociedade Individual de Advocacia

Menu

Como descobrir quem se esconde atrás de um perfil falso nas redes sociais?

Como descobrir quem se esconde atrás de um perfil falso nas redes sociais?


Evoluímos. Mas até que ponto?

A tecnologia favorece em muitos fatores, hoje em dia, qualquer comunicação pode ser mais rápida, situações burocráticas podem ser resolvidas facilmente, softwares resolutivos, e etc.

A liberdade de expressão está na lei, garantida pela Constituição, mas a o ciberbullyng não pode ser anônimo. É preciso assumir a responsabilidade pelo que disse, diz o advogado Jonatas Lucena.

Mas as redes sociais podem trazer uma desvantagem, é muito difícil encontrar qualquer pessoa que não esteja inscrita em, pelo menos, uma delas. Facilitam o relacionamento entre as pessoas, mas se tornam locais propícios para a criação de perfis fakes ou que se passem por famosos para enganar os desavisados.

Recebeu um pedido de amizade ou está desconfiado de que alguém seja um perfil falso?

Algumas dicas podem te ajudar evitar fraudes nas suas redes sociais.

Facebook caça perfis falsos e clonados que usam sua foto ou nome

1. Busque pela pessoa no Google

"Uma das formas mais simples de encontrar informações sobre uma pessoa é fazendo uma pesquisa no Google com o nome dela." Explica o Advogado Especialista em Crimes Digitais, Dr. Jonatas Lucena.

A importância não é sobre descobrir dados pessoais, mas se ela existe. Se a pessoa foi citada em jornais, editais de concurso ou teve seu nome divulgado de alguma forma, será fácil encontrar este registro.

2. Cruze os dados disponíveis e cuide com oversharing

Se uma pessoa diz ser de uma cidade específica, deve ter vários amigos adicionados que também são daquele local. O mesmo vale para escolas e locais de trabalho. Outra dica é verificar quais dados estão disponibilizados.

Muitos internautas são cautelosos e prezam a própria privacidade, evitando compartilhar informações sensíveis como números de telefone e endereços. "Se o perfil com quem estiver conversando for mais completo do que o que está acostumado a encontrar, desconfie também." Conta o Advogado Especialista em Direito Digital.

3. Por que não pesquisar por outras redes sociais?

O Advogado Especialista em Crimes Cibernéticos, Dr. Jonatas Lucena diz: "É normal que alguém possua contas em mais de uma rede social. Se estiver em dúvida sobre alguém, experimente buscar em outras plataformas para garantir que ela seja verdadeira."

4. Veja com quem ele fala

Verifique com quem esta pessoa mantém conversas públicas em seus perfis. Se estas outras contas também forem suspeitas, desconfie. Donos de perfis fakes costumam adicionar uns aos outros para dar a impressão de uma vida social movimentada.

Então, nem sempre as pessoas com as quais você tem contato nas redes sociais têm a melhor das intenções. O uso de um perfil falso, ou fake, pode ser apenas uma brincadeira de mau gosto, mas também pode ter um objetivo perigoso, como roubar informações pessoais para usos ilícitos, há crimes inimagináveis acontecendo por consequência da Internet.

A evolução tecnológica trouxe mais problemas do que soluções, portanto, contratar um Advogado Especialista em Direito Digital pode ser a sua melhor segurança caso você esteja parecendo por algo.

5. Procure em outras redes

Se você conheceu alguém por um aplicativo de relacionamentos, por exemplo, pode procurar a pessoa em outras redes sociais, como Facebook e Instagram, para conferir se as informações batem




Se você não sabe porque foi adicionado por uma pessoa numa rede social, faça o básico: pergunte! Fazendo várias perguntas, você pode revelar aos poucos quem é a pessoa e qual seu objetivo. Comece com "de onde nos conhecemos?" e avance para perguntas mais específicas

7. Lugar de origem

Confira se a pessoa compartilha o lugar onde vive ou sua cidade de origem. Com esta informação, você pode conferir se os amigos desta pessoa também são daquele lugar. Quanto mais amigos locais a pessoa tiver, maior a chance de não se tratar de um fake

8. Informações incoerentes

Esteja atento para informações que não batem entre si. Por exemplo: a pessoa diz ter 20 anos, mas na sua informação profissional diz ser diretor de uma empresa. Até pode ser verdade, mas na maioria das vezes, isso pode revelar incoerências.

9. Perfis de famosos

O Advogado Especialista em Direito Digital, Dr. Jonatas Lucena alerta que se a pessoa do outro lado diz ser uma celebridade, vale desconfiar. Perfis de celebridades nas redes sociais costumam ter algum certificado de que correspondem realmente ao famoso. No Twitter, por exemplo, aparece um sinal azul ao lado do nome, mostrando que a conta foi certificada.

10. Rede de contatos estranha

Uma estratégia usada por fakes em redes sociais é criar não apenas um, mas vários perfis falsos, para que os mesmos possam se adicionar e interagir entre si. Se não só o perfil com o qual esteja iniciando um contato for estranho, mas também toda sua rede, siga o mesmo padrão, comece a desconfiar.

Falsidade ideológica é crime, a internet não é um local sem leis. Se você conhece alguém que faz ofensas na internet através de um perfil fake, ou se você passa por problemas com esse tipo de pessoa, procure por um Advogado Especialista em Crimes Tecnológicos.

E ao contrário do que pensa muita gente, a internet não é mundo livre de regras jurídicas, onde as pessoas possam fazer o que desejem, sem enfrentar as consequências de seus atos.

Vale ressaltar: Qualquer ato ilegal praticado contra alguém na internet pode gerar consequências jurídicas e geram a oportunidade de se cobrar pela sua reparação. Ou seja, as pessoas podem ser (e muitas vezes serão) responsabilizadas pelos seus atos na internet e nas redes sociais como o Facebook.

Ou seja, portando, a responsabilização das pessoas por atos praticados no Facebook (ou qualquer outra rede social) é idêntica a praticada na vida real, no mundo não virtual.

Sendo assim, caso você esteja recebendo mensagens agressivas, com expressões de baixo calão, ofensas, palavrões ou for alvo de calúnia e difamação em sua página ou perfil do Facebook saiba que é totalmente possível você descobrir a identidade da pessoa que vem lhe ofendendo.