Jonatas Lucena Sociedade Individual de Advocacia

Menu

Banco japonês Softbank cria fundo de investimentos em Inteligência Artificial (IA)

Banco japonês Softbank cria fundo de investimentos em Inteligência Artificial (IA).

No dia 26/07/2019, o banco japonês SoftBank anunciou que irá abrir um grande fundo para investir em empresas que desenvolvem tecnologias de inteligência artificial em todo o mundo.

Denominada como SoftBank Fund 2, os criadores esperam uma contribuição total bilionária em torno de US$108 bilhões, o que equivale em reais um montante de R$407 bilhões, dos quais cerca de US$38 bilhões viram somente do banco, ficando por parte de outras grandes empresas o restante do valor.

Sobre estas empresas de grande porte, já temos confirmadas a participação da americana Apple, Microsoft, Foxconn, entre muitas outras. Ademais, podemos citar a presença da Corporação Nacional de Investimentos do Banco Nacional do Cazaquistão e outros inúmeros investidores advindo de Taiwan.

“Foi sentida uma forte ausência por parte dos governos da Arábia Saudita e Abu Dhabi que foram os principais patrocinadores do primeiro Vision Fund do SoftBank”, disse o Advogado Dr. Jonatas Lucena, Especialista em Direito e Tecnologia.

Entretanto, segundo fontes confidencias, ao que tudo indica estes dois governos deveram sim investir no novo fundo, porém, com valores bem mais baixos daqueles que haviam sido investido no fundo anterior.

Porém, apesar de uma quantia de investimento menor por parte do governo da Arábia Saudita e Abu Dhabi, o Especialista em Direito Digital acredita que a contribuição total esperada irá em fato superar o montante que havia sido investido no primeiro Vision Fund, afinal, podemos notar a participação mais notória de grande potencias como participantes.

“Se os parceiros já citados e confirmados cumprirem com seus compromissos financeiros, o segundo fundo de investimentos em Inteligência Articial deverá arrecadar um valor em torno de US$100 bilhões a mais em relação ao primeiro fundo”, afirma o Especialista em Crimes Digitais Dr. Jonatas Lucena.