Jonatas Lucena Sociedade Individual de Advocacia

Menu

Aproveitando popularidade do Faceapp hackers instalam malware em celulares de usuários

Aproveitando popularidade do Faceapp hackers instalam malware em celulares de usuários.

Nas últimas semanas, um aplicativo de entretenimento ganhou fama ao redor do mundo e as redes sociais foram tomadas de fotos “envelhecidas” de usuários. Entretanto, o que se tornou uma moda viral, trouxe também algumas dores de cabeça aos usuários que baixaram o aplicativo Faceapp.

Em recente descoberta, descobriu-se que além do app poder coletar suas informações pessoais, cibercriminosos estavam criando cópias destes mesmo app. De nome conhecido como MobiDash, o falso app oferecia as mesmas funções do Faceapp, entretanto, quando o usuário instalava o aplicativo, o malware infectava o smartphone da vítima.

Segundo explica o Especialista em Crimes Virtuais e de Internet, Dr. Jonatas Lucena, “logo após o download, o MobiDash simula uma falha que leva o usuário a desinstalá-lo. E é aí que mora o problema. Depois do app ter sido removido, um malware permanece instalado no aparelho sem que o usuário consiga perceber e fica constantemente exibindo anúncios”.

Segundo a empresa russa por trás da criação do app viral, o Brasil se encontra em terceira posição na lista de países mais infectados pelo MobiDash, perdendo somente para a Rússia e Índia. Acredita-se que pelo menos 500 usuários tenham sido infectados até o começo do mês de julho.

Para evitar enquadrar-se como mais um vitima de cibercriminosos, o Advogado Dr. Jonatas Lucena recomenda que internautas tomem alguns cuidados simples, como por exemplo, baixar apps somente de lojas oficiais e ler os termos de privacidade dos apps, além de ser importante instalar soluções de segurança nos dispositivos móveis.