Lucena e Milani Sociedade de Advogados

Menu

A tecnologia é aliada dos futuros advogados afirma Especialista em Direito Digital

A tecnologia é aliada dos futuros advogados” afirma Especialista em Direito Digital.

Na era da quarta revolução industrial, profissionais do campo jurídico dedicam-se cada vez mais a discutir as transformações do Direito e da Tecnologia, uma vez que no mundo, as rotinas de trabalho e os problemas jurídicos estão mudando em ritmo exponencial, evidência clara de que algo substancial esta ocorrendo nesta era tecnológica.

Neste cenário de mudanças, faz-se necessário indagar sobre o papel e importância de uma transição do jurídico tradicional para um processo inovador em questão do uso das tecnologias como aliada no futuro da profissão de advogados. Trazendo à tona este tema, o Advogado Dr. Jonatas Lucena – Especialista em Direito Digital – procura expor sua opinião de forma a estruturar-se sobre três eixos de extrema relevância.

O primeiro tratando-se do profissional jurídico demonstra a clara importância do profissional desta era em adaptar-se as mudanças advindas da tecnologia. O mercado de trabalho no Direito se modificou e se diversificou bastante, e é devido, a esta enorme gama de atuação diversificada e interdisciplinar, que o mercado exige que o profissional se atualize de forma a cortar custos operacionais.

É sob este prisma, que os profissionais têm cada vez mais incorporado a tecnologia no seu dia a dia. “Se antes ele fazia tarefas repetitivas, hoje há máquinas que fazem o mesmo com menos riscos de falha” afirmou o Especialista em Direito Digital. “Surgem também possibilidades de combinação de dados que permitem análises e otimização do trabalho”.

Na ótica do ensino jurídico, o Advogado Dr. Jonatas Lucena afirma que a tecnologia oferece instrumentos para melhor compreender e racionalizar os processos de produção jurídica, o que aumenta a capacidade profissional de compreender o Direito de forma a construir um pensamento jurídico equiparado entre a teoria e a prática, de forma a adaptar as técnicas às necessidades do mundo real.

“Isso não implica renunciar ao conhecimento tradicional, mas, preparar profissionais para o mundo moderno. É preciso mudar a forma como vemos o ensino jurídico” conclui o Advogado.

De forma a atender as demandas de trabalho sob o prisma tecnológico, estão surgindo às chamadas Lawtechs e Legaltechs, que funcionando como startups, buscam criar soluções que automatizem etapas de trabalho e criem soluções inteligentes e tecnológicas, como softwares, para funções jurídicas que estão se tornando obsoletas.

É, portanto de suma importância que profissionais jurídicos estejam aptos não somente a uma formação adequada, mas também a uma protagonização acerca de debates sobre Direito e Tecnologia.